quinta-feira, 2 de julho de 2009

Apesar, que apesar de ...


"Uma das coisas que aprendi é que se deve viver apesar de.
Apesar de, se deve comer.
Apesar de, se deve amar.
Apesar de, se deve morrer.

Inclusive muitas vezes é o próprio apesar de
que nos empurra para a frente.
Foi o apesar de que me deu uma angústia que insatisfeita
foi a criadora de minha própria vida.
Foi apesar de que parei na rua e fiquei
olhando para você enquanto você esperava um táxi.
E desde logo desejando você,
esse teu corpo que nem sequer é bonito,
mas é o corpo que eu quero.

Mas quero inteira, com a alma também.
Por isso, não faz mal que você não venha,
esperarei quanto tempo for preciso."

[Clarice Lispector]


Sabe quando te acontece algo ,
http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=53891489

3 Comentários:

Dan disse...

Geo, vc tá beM??? hihihi
Poema de quem tá dodói do coração, parece...
BOOOM DIIIA!

Joyce disse...

Perfeito pra mim esse poeminha.
Clarice sempre acerta em cheio

Dona Geo. disse...

haha tô em sim, eu escolho poemas aleatórios durante as semanas, ai programo eles, esse ae eu vi parte no perfil de alguém que me deixou um recado, ai gostei, resolvi postar :)
Não levo o blog pro lado pessoal em vários aspéctos :)

Beeeeeijo!

Postar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO  

BlogBlogs.Com.Br