sexta-feira, 12 de setembro de 2008

Seria a covardia a maior inspiração para os grandes feitos românticos?

Estava analisando músicas (para variar),
a grande maioria das músicas românticas falam de amores complicados,
medo de amar, medo de se declarar, o "estar confuso" sobre os sentimentos...

Será que essas músicas só aconteceram pela timidez ou covardia de quem as escreveu?

A necessidade de se expressar com uma motivação artística e romântica não é
fruto do medo de encarar o fato de frente?
Medo da decepção amorosa, de perder o amor idealizado, platônico...
Se não fosse esse conjunto de fatores, ainda teríamos composições tão belas
e profundas?

O que tem para compor as pessoas "safadas" que não ficam fazendo rodeio
quando querem algo e vão direto ao ponto, enquanto os românticos e tímidos
fazem todo um rodeio para tentarem se entender e como conseguir se explicar...

Os "atiradinhos" que o digam:

Bom, você fique ai com suas músicas e seus poemas lindos e inspiratórios,
que eu vou aproveitar... e quando eu quiser fazer um drama,
mando uma das músicas que você compôs...



A coragem de repente vem...
http://www.orkut.com.br/Community.aspx?cmm=67695497


.

4 Comentários:

éden-san disse...

vixe... pegou pesado com o último parágrafo, hein, menina!
mas é verdade... não só a covardia, mas tb a desilusão, são as grandes musas para as artes... uma maneira de exorcizá-las.

porém, tb há ótimos exemplos para o contrário! conhece jamie cullum, né? tou até preparando uma postagem no meu blog sobre ele... percebi o quanto as canções do seu repertório, tanto as próprias quanto as versões, são em geral bem 'pra cima'. falam de realizações, paixões vivenciadas, dar a volta por cima... escuta só "what a difference a day made" ou "mind trick". é bão dimais, sá!

beijos!

Anaiance disse...

ai geo, vc escreve cada coisa, fica fazendo a gente pensar... oh god, q triste td isso! haha
;***

Beto Muraro disse...

Bom, pela minha ótica, covardia é um termo muito forte para se usar na descrição de um sentimento. Eu como compositor (nem sempre se letras "romanticas") penso que como o éden-san disse, é uma forma de exorcizar o "fantôme de l'escalier" que nos ahbita quando uma situação dessas bate a nossa porta. Musica, independente do que a letra se refere, é a forma mais conscisa e incisiva de informar alguém de algo.

os "safados" ouvem funk e pagode.

=*

Grande honrra minha você comentar no meu blog.

Bem vindos disse...

A intenção foi "pegar pesado" hehe
uma forma de exagerar no "ponto de vista" fico feliz com os comentários,
afinal o post é um dúvida :)

brigada pelos comentários!!

;***

Postar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO  

BlogBlogs.Com.Br