quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

ha ha ha

Se tem algo que eu gosto muito é de humor, mas se tem algo que eu repudio é ignorância. Tenho observado muito na internet a mistura dessas duas coisas, e, de verdade sinto vergonha alheia.


Me parece que algumas pessoas perdem a noção do que é engraçado e do que é ridículo.

Eu sou uma pessoa que adora tirar sarro em praticamente tudo, e vejo graça em praticamente tudo, mas expor a ignorância eu não acho graça alguma, isso na verdade, me preocupa.

O que faz uma pessoa hoje ser admirada? Quais os conceitos que as pessoas buscam hoje? A quem elas escutam e a quem elas querem escutar?
Realmente eu não sei.

Mas o que eu vejo são muitas pessoas querendo não mais que apenas "agradar" as pessoas por ai, sem ao menos se importarem a quem agradam, e a maneira a qual fazem isso. Desde que sejam aplaudidas, as consequências não são questionadas.

Eu já fui umas das pessoas mais ignorantes que já conheci, juro, tive uma fase de expor os defeitos de todo mundo que não me agradava, e de uma forma muito engraçada, o que fazia a coisa se espalhar rapidamente no colégio. Até eu perceber que eu tinha uma capacidade de influenciar as pessoas ao me redor muito grande, mas eu não conseguia ver que eu atraia pessoas ignorantes para perto de mim, que não tinham defeitos "tão visíveis" e estava afastando pessoas de conteúdo que não confiavam na minha pessoa. Quando eu acordei e me vi cercada de gente idiota, eu me senti a pessoa mais idiota do mundo, um lixo. Eu não evolui nada nesse tempo porque eu não dava chance a ninguém mostrar nenhum dos meus defeitos, que eram muitos, nenhum dos meus "amigos" se importavam em me fazer uma pessoa melhor porque o que eles queriam era só dar risada. O pior de tudo é que eu não via maldade no que eu fazia, era "apenas engraçado". Nessa "graça", eu perdi a amizade de algumas pessoas boas que hoje eu gostaria de ter próximas a mim.

Cerca de três anos da minha adolescência até aprender da pior forma possível limites entre "humor" e "ignorância", o que é engraçado e o que é ridículo. Que a maneira como você expõe uma ideia de tamanha importância quando se trata de outras pessoas, de outras vidas, faz muita diferença, que muitas vezes a pessoa que tá rindo da cara de alguém na sua frente é a mesma pessoa tá rindo de você para um outro nas tuas costas, até que se aprenda o valor do caráter de alguém.

Hoje eu sei que importante é uma pessoa que pensa por si, que não aceite tudo que eu fale, mas que entenda o que eu fale e forme uma ideia, pessoas que pensam. Amigo não é aquele que concorda com tudo o que você faz, mas aquele que te ajude a pensar no que é certo ou errado, que a mesma pessoa que concorda com tudo o que você diz, sem querer saber os lados dos fatos, é a mesma pessoa que poderia concordar com tudo que digam sobre você sem querer saber o que você pensa. A mesma pessoa que odeia todo mundo que você odeia sem ao menos querer entender os porquês é a mesma pessoa que poderia te odiar sem querer te entender. Que saiba ao menos do que está rindo, que seja aquele que ri por entender a piada e não pela risada dos outros.

Muita gente tem a idéia de que "se não é comigo não tem problema, eu não tenho nada haver com essa história", se preocupam apenas com as coisas que os afetam diretamente e não se preocupam em questionar a postura das pessoas em relação aos outros.
Eu só lamento por quem pense assim.

Quem ri por último ri melhor, ou demorou para entender a piada?

Quem ri mais baixo, ri melhor.


4 Comentários:

Isabela disse...

Achei seu blog hojee .. e nossa AMEI. PARABÉNS !

Gostei muito desse post, e isso é uma coisa que acontece muito aqui na minha cidade (mal de cidade pequena é isso ), quando acaba o assunto.. Ah beleza, vamos pegar alguém pra criticar! E isso vira graça pra todo mundo, o que é horrivel. A pessoa fica tãao cega que perde a noção do ridículo.
que bom que você conseguiu 'sair dessa vida'.


=D
Bjj.

Matheus (caRavaLenTe >))) disse...

Achei seu blog na lista de alguém que estava seguindo, resolvi entrar... faz um tempim que estou procurando bons blogs, não axava! axei!

Gostei muito do post... Há algo melhor pra fazer do que perceber os defeitos dos outros: descobrir as qualidades! Demorei muito pra aprender isso também. Demorei mais ainda pra perceber que essas qualidades ultrapassam e muito os pequenos defeitos visíveis.

Parabéns pelo blog. xDD

Matheus (caRavaLenTe >))) disse...

aaahh... tem meu blog no perfil... se quiser dar uma olhada! beijos... xD

Sara Duim disse...

Fiquei feliz por achar seu blog... Já vi algumas de suas comunidades, me divirto com elas, estou em algumas...
E fiquei ainda mais feliz por saber que você é maringaense (ainda que por aventura), assim como eu!

Parabéns pelo blog!
Seguirei para acompanhar as novidades! ;D

Postar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO  

BlogBlogs.Com.Br